Você sabia?

Que nossa comunidade está crescendo a cada dia!

O que é e como funciona um container?

Estimated reading: 5 minutes 101 views

Um container criar uma camada de abstração entre o host fisico ou virtual criando um segregação de serviços, vamos falar adiante sobre este assunto com base na própria documentação do docker que foi umas dos prercusoeres sobre o conceito container.

Um contêiner é uma unidade padrão de software que empacota código e todas as suas dependências para que o aplicativo seja executado de forma rápida e confiável de um ambiente de computação para outro. Uma imagem de contêiner Docker é um pacote de software leve, autônomo e executável que inclui tudo o que é necessário para executar um aplicativo: código, tempo de execução, ferramentas do sistema, bibliotecas e configurações do sistema.

O que é uma Imagem container?

 

As imagens de contêineres se tornam contêineres em tempo de execução e, no caso de contêineres Docker – as imagens se tornam contêineres quando são executadas no Docker Engine. Disponível para aplicativos baseados em Linux e Windows, o software em contêiner sempre será executado da mesma forma, independentemente da infraestrutura. Os contêineres isolam o software de seu ambiente e garantem que ele funcione uniformemente, apesar das diferenças, por exemplo, entre desenvolvimento e preparação.

Conceitos do docker que funcionam no Docker Engine:

  • Padrão: A Docker criou o padrão da indústria para contêineres, para que eles pudessem ser portáteis em qualquer lugar
  • Leve: Os contêineres compartilham o kernel do sistema operacional da máquina e, portanto, não exigem um sistema operacional por aplicativo, gerando maior eficiência do servidor e reduzindo os custos de servidor e licenciamento
  • Seguro: Os aplicativos são mais seguros em contêineres e o Docker fornece os mais fortes recursos de isolamento padrão do setor

Obs:.

Lembrando que o conceito de container já muito antigo algumas aplicações já tinha este conceito de container como por exemplo isola uma aplicação como o chroot, lxc que nada mais é que linux container.
docker.com
quote icon left

Os contêineres Docker estão em todos os lugares: Linux, Windows, Data center, nuvem, sem servidor, etc.

Uday Tech

quote

docker.com

A tecnologia de contêineres Docker foi lançada em 2013 como um Docker Engine de código aberto.

Ele aproveitou os conceitos de computação existentes em torno de contêineres e especificamente no mundo Linux, primitivas conhecidas como cgroups e namespaces. A tecnologia da Docker é única porque se concentra nos requisitos dos desenvolvedores e operadores de sistemas para separar as dependências de aplicativos da infraestrutura.

O sucesso no mundo do Linux impulsionou uma parceria com a Microsoft que trouxe contêineres Docker e sua funcionalidade para o Windows Server.

Tecnologia disponível no Docker e seu projeto de código aberto, a Moby tem sido aproveitada por todos os principais fornecedores de data centers e provedores de nuvem. Muitos desses provedores estão aproveitando o Docker para suas ofertas de IaaS nativas de contêineres. Além disso, os principais frameworks sem servidor de código aberto utilizam a tecnologia de contêineres Docker.

Comparando Contêineres e Máquinas Virtuais

Contêineres e máquinas virtuais têm benefícios semelhantes de isolamento e alocação de recursos, mas funcionam de maneira diferente porque os contêineres virtualizam o sistema operacional em vez do hardware. Os contêineres são mais portáteis e eficientes.

CONTÊINERES

Os contêineres são uma abstração na camada do aplicativo que empacota código e dependências juntos. Vários contêineres podem ser executados na mesma máquina e compartilhar o kernel do sistema operacional com outros contêineres, cada um executando como processos isolados no espaço do usuário. Os contêineres ocupam menos espaço do que as VMs (as imagens do contêiner geralmente têm dezenas de MBs de tamanho), podem lidar com mais aplicativos e exigem menos VMs e sistemas operacionais.

MÁQUINAS VIRTUAIS

Máquinas virtuais (VMs) são uma abstração de hardware físico transformando um servidor em muitos servidores. O hipervisor permite que várias VMs sejam executadas em uma única máquina. Cada VM inclui uma cópia completa de um sistema operacional, o aplicativo, binários e bibliotecas necessários – ocupando dezenas de GBs. As VMs também podem ser lentas para inicializar.

Contêineres e Máquinas Virtuais Juntos

Contêineres e VMs usados juntos fornecem uma grande flexibilidade na implantação e gerenciamento de aplicativos

Fonte: Docker

quote icon left

Olá pessoal,

O que vocês estão achando dos conteúdos da UdayTC, estamos criando conteúdos maravilhosos, compartilhe com seus amigos!

Ah, você também gostaria de fazer parte do nosso time e escrever conteúdos incríveis? Veja em nossa documentação sobre como fazer parte.

Fique de olho, estamos criando conteúdos completos sobre este assunto, nos ajude a melhorar!

Grades abraços para todos!
quote

Wesley T. Carvalho

CONTENTS